Quem são os brasileiros entre os 100 negros mais influentes do mundo

Fonte: Tracklist

Nos últimos dias, a MIPAD (Most Influential People of African Descent) tem divulgado a sua lista global de afrodescendentes mais influentes do mundo – incluindo os brasileiros Gil do VigorTaís Araújo e mais!

Os homenageados estão na lista “Global Top 100” da ONG, que possui apoio da Organização das Nações Unidas. O objetivo da MIPAD é homenagear pessoas de descendência africana que tenham um desempenho excepcional em diversas áreas, por todo o mundo, contribuindo, assim, para a formação de uma rede progressista. Os homenageados são atores relevantes na união de espírito, justiça e reconhecimento da África, seu povo no continente e toda a sua diáspora.

Gilberto Nogueira, o Gil do Vigor, publicou nesta terça-feira um texto sobre a conquista em seu Instagram. “Ter esse tipo de reconhecimento pela MIPAD significa muito pra mim e pro meu povo. É um passo enorme para nossa representação pois é o prêmio de maior reconhecimento da ONU ao povo preto”, escreveu.

Taís Araújo também comemorou o feito na rede social. “Seja pela comunicação, artes, influência ou educação, todo o trabalho é feito com carinho e principalmente respeito, pensando em representatividade e transformação”, afirmou a atriz, que citou outros brasileiros contemplados – incluindo Lázaro Ramos, seu companheiro de profissão e marido.

Veja outros brasileiros na lista dos 100 afrodescendentes mais influentes do mundo

Além de Gil, que recebe a honraria na categoria de mídia e cultura, e Taís Araújo e Lázaro Ramos, que estão na categoria TV e filmes, outros brasileiros estão presentes na lista.

Uma delas é Erika Hilton, ativista dos direitos negros e LGBT. Ela foi a primeira mulher negra e trans a ser eleita vereadora em São Paulo, e recebe a honraria da MIPAD na seção Política; A jornalista da CNN BrasilLuciana Barreto, está em Mídia; e Claudia Alves, diretora e documentarista, aparece em Mídia e Cultura.

Em Ativismo, estão presentes a cineasta Viviane Ferreira e Edu Lyra, criador da ONG Gerando Falcões. Já em Negócios e Empreendedorismo, Christiane Silva Pinto recebe a homenagem. Ela é criadora do AfroGooglers, um comitê de igualdade racial do Google Brasil.

Também estão na lista a cantora Margareth Menezes, que aparece na seção de Música; e Ad Junior, apresentador e Head Marketing da Trace Brasil.

Faça aqui o seu Check-in