Troféu Raça Negra chega a 18º edição e faz homenagem ao cantor e compositor Luiz Melodia

Neste ano, a premiação será transmitida ao vivo, na noite do dia 19 de novembro, como um programa de televisão.

O Troféu Raça Negra, realizado pela Universidade Zumbi dos Palmares e pela ONG Afrobras, chega em 2020 com um novo formato: será transmitido ao vivo, por meio de uma plataforma digital, na noite do dia 19 de novembro (quinta-feira). Com alcance ainda maior devido a essa característica virtual, a premiação terá o formato de um programa de televisão, com apresentação da atriz e produtora de conteúdo Maria Gal, entradas ao vivo dos premiados, interação com o público em tempo real, apresentações de música e muito mais.

Para acompanhar a exibição, basta acessar a sala Troféu Raça Negra na plataforma on-line da Virada da Consciência, que acontece de 17 a 22 de novembro em comemoração à Semana da Consciência Negra. Todos que tiverem acesso à internet poderão assistir e conhecer, ao vivo, quais serão as 15 personalidades condecoradas com a estatueta do Troféu, figuras com forte atuação na sociedade para a promoção da igualdade racial.

“A noite da entrega do Prêmio Troféu Raça Negra é sempre marcada por muita alegria e emoção. É com muito orgulho que, nessa festa, prestigiamos pessoas de diversas áreas, mas todas com o mesmo propósito: atuar de alguma forma pela igualdade racial em nosso país. As personalidades condecoradas com esse prêmio são exemplos para muitas outras acreditarem no poder de seus protagonismos”, destaca o professor José Vicente, reitor da Universidade Zumbi dos Palmares.

Além da entrega dos troféus, a solenidade contará também com atrações artísticas em homenagem à vida e obra de Luiz Melodia, escolhido da 18ª edição como grande homenageado.

A entrega do Prêmio Troféu Raça Negra ocorreu pela primeira vez no ano de 2000, em comemoração aos 500 anos de Descobrimento do Brasil. As empresas patrocinadoras dessa edição são: Bradesco, Coca-Cola, EMS e Santander Universidade.

Grande homenageado

A 18ª edição do evento, considerado pioneiro e que incentivou tantos outros a reverenciar as conquistas do povo negro, fará uma grande homenagem ao cantor e compositor Luiz Melodia.


 

Luiz Carlos dos Santos nasceu no morro do Estácio, Rio de Janeiro. Único filho homem de Oswaldo e Eurídice, descobriu a música ao ver o pai tocando em casa e tirando alguns acordes na viola dele. Começou sua carreira musical em 1963, com o cantor Mizinho, com quem formou o conjunto musical “Os Instantâneos”.

Depois de abandonar o ginásio, Melodia passou a adolescência compondo e tocando sucessos da Jovem Guarda e Bossa Nova. Essa experiência, juntamente com a atmosfera em que vivia – do tradicional samba dos morros cariocas -, resultaram em uma mescla de influências que lhe renderam um estilo único.

O poeta Wally Salomão, assíduo frequentador do morro do Estácio, foi quem apresentou Luiz Melodia a Gal Costa, o que resultou, em 1972, na gravação de “Pérola Negra”, no disco “Gal a todo vapor”. Pouco tempo depois, sua canção “Estácio, Holly Estácio” ganhou interpretação na voz de Maria Bethânia. Foi nessa época, então, que o artista assumiu o nome de Luiz Melodia – apropriando o sobrenome artístico de seu pai, Oswaldo Melodia – e lançou, no ano seguinte (1973), seu primeiro e antológico disco “Pérola Negra”.

A carreira do músico se consolida com o disco “Maravilhas Contemporâneas” (1976), popularizado pela canção “Mico de Circo” (1978). Nas décadas seguintes, Melodia lança diversos álbuns e realiza shows, inclusive internacionais.

Já conhecido do público e tendo alcançado seu espaço no cenário da MPB, o artista lança “Nós”, em 1980. No disco seguinte, “Relíquias” (1985), faz uma releitura com novos arranjos para sucessos como “Ébano” e “Subanormal”. No registro intimista intenso de “Acústico – Ao Vivo” (1999), mais uma vez ele passeia por sua obra, dessa vez através da espontaneidade de um disco gravado ao vivo durante sua turnê nacional, considerado sucesso de público e crítica.

Serviço
Troféu Raça Negra 202
Data: 19 de novembro (quinta-feira)
Horário: A partir das 19h
Onde: Transmissão ao vivo pela plataforma digital da Virada da Consciência / www.viradadaconsciencia.com.br
Gratuito / Livre

Faça aqui o seu Check-in